Om Mani Padme Hum é um mantra muito poderoso, significa “Da Lama Nasce a Flor de Lótus” ou “A jóia do Lótus”. Este mantra pertence ao budismo.

Entoar mantras é sempre uma ótima solução para energizar ou elevar a vibração do nosso interior ou do espaço onde nos encontramos, assim como de todos os presentes no mesmo espaço, para equilibrar, desenvolver e alinhar chakras ou para afastar alguma energia que não seja convidativa. Alguns mantras trazem também paz, serenidade, relaxamento, felicidade e abundância. Podem-se entoar mantras durante a meditação para ajudar a relaxar e a concentrar.

Mantra significa libertar a mente: em sânscrito Man significa “mente” e Tra significa libertar. Os mantras são escritos e lidos em sânscrito, a língua sagrada dos hindus.

Quando são entoados os mantras, a vibração deles circula à volta, fazendo a limpeza e trazendo boas energias à volta de quem está a entoar estes sons. É importante mantrar as vezes necessárias que o mantra pedir, para que o poder seja distribuído de forma uniforme e assim utilizar e desfrutar de toda a energia do mantra que estiver a entoar. Com os mantras é possível elevar a consciência, trazer a iluminação para a vida e ainda ajuda a eliminar o karma.

A palavra é muito importante, por essa razão é importante pedir ajuda aos Anjos e Arcanjos, ao Divino e a todos os Seres de Luz para que eles possam vir ao auxílio. Assim também acontece com os mantras, que são orações em forma de cântico e faladas onde são entoadas sílabas, palavras ou frases.

O mantra Om Mani Padme Hum é talvez o mantra mais conhecido e também o mais utilizado no tibete pelos budistas tibetanos. O mantra Om Mani Padme Hum é o mantra da compaixão está associado ao Bodisatva ou Bodhisattva da Compaixão e deve ser mantrado 8 ou 108 vezes.

Om afasta todas as energias negativas que estão dentro de nós ou à nossa volta. Ajuda afastar o ego e o orgulho. Trazendo também um bom astral, elevando a vibração e protegendo-nos e todo o espaço envolvente. Utilizado para abertura dos mantras.

Mani significa joia da compaixão, ajuda a encaminhar para a realização de todos os nossos desejos. Funciona como transmutação e ajuda a limpar o sofrimento, assim como também ajuda a afastar energias negativas, principalmente a inveja. Consegue ainda trazer boas vibrações para a mente, afastando o sofrimento.

  • O Ma afasta o sofrimento da inveja.
  • O Ni afasta o sofrimento dos humanos (nascimento, doença, velhice e morte)

Padme significa a flor de lótus, esta parte do mantra traz energia positiva tanto a nós, como ao local onde está a ser entoado. Lótus é uma flor que nasce no lodo (escuridão) e depois abre as folhas e flores quando sobe à superfície (luz).

  • O Pad afasta o sofrimento animal que é o sofrimento da estupidez, ou seja a dor de os animais serem mortos pelo Homem para lhes ser retirada a carne, pele, ossos e tendões para alimentação e vestuário. É um sofrimento que vem da ignorância.
  • O Me afasta o sofrimento causado pela ganância.

Hum limpa e afasta tudo o que é negativo. Afasta o ódio, a raiva e tudo o que não é positivo para a nossa energia e para a nossa alma. É ainda o infinito, a Mãe Terra e a eternidade.

Praticar mantras regularmente ou mesmo diariamente ajuda na conexão com o Universo e todas as boas e positivas energias que dele podemos receber. É importante recitar os mantras sabendo o seu significado e fazendo a correcta entoação para ajudar a interiorizar as suas funções.

É igualmente importante que os mantras sejam repetidos 8 ou 108 vezes para que o efeito seja mais forte e eleve a vibração interior e exterior. É aconselhável vocalizar os mantras em voz alta, mas caso não seja possível podemos sussurra-los ou apenas mentaliza-los.

Ouvir os mantras também ajuda a elevar a nossa frequência como também a frequência do espaço físico.